quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

" "

Eu sou aquele que não:
o nó cravado
no c
      o
     r
      d
     ã
       o
          umbilical

repolho podre no quintal
o bebê 
                        O
                                 B
                                E         
no bico da cegonha  S 
 O

o aborto                        
o coito inter
                        rom
pido

oco sutil
vácuo profundo
sopro vazio


zíper na boca
castração
o cadeado

       
Eu sou o que zero:
o mais transparente
e translúcido

R E F L E X O
      mudo

do

N
a
d
a
.

Um comentário:

  1. Parabéns um texto muito criativo.E o espaço aberto a literatura... é sempre muito bem vindo.

    http://maryeferreira.vilablog.com

    ResponderExcluir

DELARTE - OBRAS PUBLICADAS:

SENTIMENTO DO FIM DO MUNDO (poesia)

SENTIMENTO DO FIM DO MUNDO (poesia)
Clique nas imagens e adquira os livros pelo catálogo da Editora Patuá. Também podem ser encontrados nas Livrarias Cultura e Suburbano Convicto (SP).

CRAVOS DA NOITE (contos)

O Alien da Linha Azul (poesia)

O Alien da Linha Azul (poesia)
Aquisições com o autor ou no Bar & Livraria Patuscada