segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

"Ilustração (Natal de Iroko)"

O ilustrador Tiago Costa, tomado de muita inspiração, como sempre, é o responsável pela elaboração de arte da imagem fixada à margem direita do blog, tendo como base um poema de minha autoria “Natal de Iroko”.

Este trabalho de ilustração integra a capa do livro, e minha estréia na poesia, "Sentimento do Fim do Mundo"!

Para uma melhor contextualização, Iroko, na tradição ketu, é um orixá simbolizado numa árvore frondosa de mesmo nome “Iroko” (no Brasil, tem-se a correspondente Gameleira Branca). Na tradição banto este orixá está relacionado ao nkisi de nome "Kitembo" (Tempo), o que nos faz construir a instintiva metáfora da "Grande Árvore do Tempo".

Dêem uma conferida no poema abaixo, visitem o blog do Tiago (ver link à direita, em "blogs recomendados") e confiram seus incríveis trabalhos...


"NATAL DE IROKO"

Ogum ergue sua espada
e fatia
num arranha-céu
de lâmina
o carbono-ar da metrópole

Uma minhoca de ferro
rasgando o chão
faz ferver
as artérias de Nanã

Oxum se derrama
por sobre a imagem
não refletida no Tietê

engravida o opulento rio
e faz jorrar sangue
e mel
no interior das casas
em  d
         e              p
            c      m        o     
                o                 s        ç
                                        i       ã
                                                   o
                                          
Xangô paralítico
se faz lodo no intestino
de toda pedra
fincada
no Palácio da Justiça

Eis quando Iroko
transpassando o céu
emerge
revestido de metal luzente
qual gameleira infinita de natal

(são milhões de papais-noéis mortos
fertilizando as raízes
que enjaulam a cidade)

- Atotô, atotô, atotô...
apita o trenó de Omulu
que vai levando todas criancinhas para o céu

Um comentário:

  1. Grande Will.. saiu da casca Jabuti? ...rs compartilhar com o público, agora é Arte! Quem sabe tenha um JABUTI a caminho? Desejo para você muita sorte, experimentações e afinco! PAZ!

    ResponderExcluir

DELARTE - OBRAS PUBLICADAS:

SENTIMENTO DO FIM DO MUNDO (poesia)

SENTIMENTO DO FIM DO MUNDO (poesia)
Clique nas imagens e adquira os livros pelo catálogo da Editora Patuá. Também podem ser encontrados nas Livrarias Cultura e Suburbano Convicto (SP).

CRAVOS DA NOITE (contos)

O Alien da Linha Azul (poesia)

O Alien da Linha Azul (poesia)
Aquisições com o autor ou no Bar & Livraria Patuscada